Notícias

17/10/2019 - NOVO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO PARA PROFESSORES SUBSTITUTOS
VEREADOR TEM APOIO DA CÂMARA PARA APROVAÇÃO DE PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR QUE DARÁ NOVA OPORTUNIDADE AOS PROFESSORES DESEMPREGADOS

1571332458_e65275a492cf9421c29b90aba0fa6499.jpeg
Em alguns dias os professores prejudicados pela realização do último processo seletivo eliminatório, no município de Porto Ferreira, terão a oportunidade de participarem de um novo processo seletivo simplificado e classificatório que constituirá um cadastro emergencial voltado à substituição de aulas na rede pública municipal. Para esse processo não haverá taxa de inscrição.
O novo processo seletivo está em fase de organização pela Secretaria Municipal de Educação após a aprovação do Projeto de Lei Complementar 7/2019. O projeto foi encaminhado à Câmara depois da incansável busca do vereador prof. Sérgio Rodrigo de Oliveira (DEM) por soluções, junto à administração municipal, para acabar com a injustiça e os prejuízos ocasionados a inúmeros professores que perderam o direito à substituição de aulas.
De acordo com o processo seletivo eliminatório realizado este ano, a uma taxa de R$ 70,00 para cada disciplina, o professor que não acertou 50% das questões foi impedido de substituir aulas, ficando muitos sem emprego e outros acabaram migrando para áreas diferentes da Pedagogia. Os alunos também foram bastante prejudicados por essa manobra do executivo; passaram a ter aulas com professores de disciplinas diferentes não recebendo o conteúdo adequado para o aprendizado.
Para acelerar a criação do cadastro emergencial de professores, o vereador prof. Sérgio de Oliveira contou com o apoio da Câmara Municipal para a dispensa dos prazos regimentares e a aprovação do Projeto de Lei Complementar em duas discussões, que ocorreram no prazo de 20 dias.
Os professores interessados devem ficar atentos aos anúncios da Secretaria Municipal de Educação para o prazo de inscrição e realização de uma prova classificatória. “De tanto cobrar soluções e um posicionamento da administração municipal, atendendo aos apelos dos professores prejudicados e de pais de alunos preocupados com a qualidade do ensino é que o executivo resolveu encaminhar para análise e votação esse projeto”, explica o vereador.
“Agora está nas mãos da Secretaria Municipal de Educação agilizar a realização do novo processo seletivo classificatório”, encerra o vereador prof. Sérgio de Oliveira.
Compartilhe a Postagem: